Pesquisa foi realizada pela International Music Summit .

O International Music Summit lançou um relatório anual que mostra um crescimento de 3% na indústria da música eletrônica de 2016 para 2017, e agora vale US$ 7,4 bilhões. Anunciado para os principais líderes no IMS Ibiza, o relatório apresenta o panorama atual do mercado da emusic e como ela tem evoluído ao longo do último ano.

Das informações compartilhadas no relatório anual sobre IMS Negócios, alguns pontos retratam um futuro promissor, entre eles o posicionamento no ranking do Beatport, sendo a dance music a quinta colocada no Beatport, voltando a ter lucros com venda de techno. É interessante notar também que o drum´n´bass tem crescido imensamente.

No circuito de DJ, os números também são promissores para artistas undergrounds, como os top DJs estão recebendo um pouco menos, os DJs menores dos rankings estão aumentando sua receita. Além disso, os artistas estão usando melhor as redes sociais, apostando mais no Instagram, em vez do Facebook, e tendo uma taxa de seguidores 11x mais alta.

Ainda assim, a pesquisa ainda revela que os line ups ainda contam com apenas 17% de artitas do sexo feminino.

Fonte: Mixmag.

X