Uma reviravolta nos tribunais britânicos deve trazer dores de cabeça para a Apple. A Suprema Corte decidiu anular as clausulas que mantinham a legalidade do ato de se copiar música para uso pessoal, como queimar CDs com músicas de terceiros, sem a autorização destes — ou de quem quer que seja o detentor desses direitos autorais.

Grosso modo, significa que um cidadão britânico não pode gravar um CD com as músicas que ele comprou, nem para ouvir em casa, nem como backup, a não ser que ele consiga autorização das gravadoras.

A Apple, por sua vez, deve enfrentar sérios problemas, uma vez que seu iTunes possui uma ferramenta para importar mídia de CDs a sua biblioteca virtual, o que também seria ilegal na nova legislação.

Segundo o Torrent Freak, essa mudança judicial se deu por pressão de diversas grandes gravadoras.

Fonte: House Mag

X